Procedimentos

O que é a artroscopia do punho ou da mão?

A artroscopia do punho é um procedimento cirúrgico simples e pouco invasivo, onde são feitas pequenas incisões (geralmente duas), na região desejada. Em uma das incisões, é colocada uma mini câmera que transmite imagens de vídeo em tempo real para um computador na sala cirúrgica, na outra, são colocados os instrumentos necessários para realiza-la. Esse tipo de procedimento vem sendo utilizado há mais de vinte anos em locais como joelho, ombro e tornozelo, mas apenas alguns anos atrás é que ele foi aprimorado para regiões menores e mais delicadas, como pulso e mão.

Quando o procedimento se faz necessário?

Normalmente essa técnica é utilizada tanto para tratamento como para diagnóstico. Quando exames auxiliares – como uma radiografia – não forem suficientes para chegar a um diagnóstico completo, a artroscopia pode ser viável. Ela também pode atuar como auxiliadora em cirurgias convencionais, caso de cirurgias para corrigir

Nos casos de tratamento, ela pode se fazer necessária para corrigir inflamações, desgastes ósseos, rupturas de ligamentos e artrites. Porém, não substitui uma cirurgia aberta mais invasiva, caso de pacientes com múltiplas fraturas, onde somente a artroscopia não seria suficiente.  

Como é realizada a artroscopia?

Para as duas incisões, é necessário aplicar anestesia local, visando diminuir a dor na região operada. Em uma delas, é inserido uma mini câmera que transmite imagens de vídeo em tempo real para uma tela na sala de cirurgia, na outra, são inseridos os instrumentos que serão utilizados, como mini-âncoras com polímetros absorvíveis e próteses de bocarbonato. Um dos aspectos positivos é que esse tipo procedimento dura, normalmente, uma hora, e dentro de um dia, o paciente já pode receber alta.

A partir do procedimento, como é a recuperação?

Ao final da cirurgia, o paciente recebe de um a dois pontos para fechar as incisões, coloca um curativo esterilizado no local e permanece com uma tala gessada por cerca de uma semana, que permite ficar somente com os dedos livres para movimentá-los. Ao final desse período, o médico pode trocar por um curativo mais simples e uma tala menor. De acordo com as recomendações do médico, ele pode indicar sessões de fisioterapia para exercitar os dedos.

O tempo total de recuperação depende de vários fatores, como o tipo de procedimento utilizado, a velocidade de recuperação do paciente, a alimentação e fisioterapia. Como a artroscopia é um procedimento bem menos invasivo que uma cirurgia aberta, o tempo de recuperação é menor. No caso de dor, o médico pode indicar também analgésicos e remédios anti-inflamatórios.

Consultório - Cotia, SP

Avenida Santo Antônio, 53
Tel: 4616-0406


Consultório - São Paulo, SP

Rua Conselheiro Brotero, 1505
Conjunto 31, 8º Andar
Tel: 3375-6581
Nextel: 94765-3990