Problemas comuns

O que é uma lesão tendinosa na mão?

A lesão tendinosa na mão, ou lesão dos tendões flexores, é uma patologia que ocorre a partir de uma ferida na palma da mão, punho ou antebraço que corte os tendões flexores (principais estruturas de flexão dos membros citados). Quando a lesão nos tendões for completa, torna-se impossível realizar uma flexão.

Os tendões são tecidos que fazem a ligação entre os músculos e os ossos. Quando os músculos se contraem, os tendões transmitem a força exercida aos ossos, dando movimento para as articulações. Todo o conjunto (tendões, cartilagens e bolsa sinovial), acaba também funcionando como um amortecedor para os movimentos e ações diárias.

Quais são as possíveis causas para lesões tendinosas?

As causas mais comuns para esse tipo de lesão podem ocorrer durante atividades diáriascomo um corte profundo no dedo ao usar a faca na cozinha, e atividades esportivas, como rugby, artes marciais e luta livre, que podem ocasionar esse tipo lesão.

Algumas doenças podem fragilizar os tendões, tais como artrite reumatoide (muito comum em idosos), tornando-os mais propensos a lesionar. Pessoas ativas e não necessariamente idosas também estão sujeitas a sofrer da doença.     

E os sintomas mais comuns?

Normalmente, os sintomas que mais afligem os pacientes decorrem de um ferimento que seja suficientemente profundo para lesionar um tendão. As dores são sentidas quando o dedo é dobrado e em alguns casos não é possível dobrá-lo totalmente. Hipersensibilidade, dormência na ponta do dedo, e limitação dos movimentos também são sintomas comuns. Para qualquer tipo de ferida que cause limitação dos movimentos, procure um médico.

A partir dos sintomas, como é feito o diagnóstico?

O médico se baseia no exame clínico e físico do paciente, analisando também o histórico médico do paciente. Durante o exame físico, ele avalia a mobilidade, a capacidade de força e a sensibilidade do paciente ao toque na região lesionada.

Dependendo da gravidade da lesão, o ortopedista pode pedir uma radiografia para verificar se houve lesão óssea. Dessa forma, o diagnóstico pode ser feito de forma mais rápida, sem desgastar o paciente.

Como é feito o tratamento?

Na maioria dos casos, quando há corte ou obstrução do tendão, é recomendada a cirurgia, que deve ser realizada o mais brevemente possível. As técnicas utilizadas para ela normalmente começam por meio de sutura (costura) dos tendões, que pode ser realizada por meio de artroscopia, um procedimento simples e pouco invasivo, que necessita de apenas três pequenos cortes. Após a cirurgia, o médico deve imobilizar a região suturada.

O processo de reabilitação, para o caso de tratamento operatório, leva em torno de dois meses, com sessões de fisioterapia, e deve ser iniciado mediante acompanhamento médico.

Quando a lesão for apenas parcial, não exigindo cirurgia, é indicado o tratamento conservador, realizado por meio de analgésicos, anti-inflamatórios, gelo na região afetada, descanso e fisioterapia, sendo possível obter bons resultados. Entretanto, esse tipo só deve ser recomendado após avaliação médica.

Menu - Problemas comuns

Consultório - Cotia, SP

Avenida Santo Antônio, 53
Tel: 4616-0406


Consultório - São Paulo, SP

Rua Conselheiro Brotero, 1505
Conjunto 31, 8º Andar
Tel: 3667-6132
Nextel: 94765-3990